Guia de Compras Celulose e Papel

Guia de Compras Celulose e Papel

logo_abtcp.png


SUZANO, A 3ª MAIOR FABRICANTE DE PAPÉIS SANITÁRIOS

Publicação
A Suzano Papel e Celulose concluiu nesta semana a compra da Facepa (Fábrica de Papel da Amazônia S.A.), empresa que opera fábricas em Belém (PA) e Fortaleza (CE). Com a aquisição, a Suzano torna-se a terceira maior fabricante de papéis sanitários do Brasil, com posição de destaque nas regiões Norte e Nordeste. Além das unidades da Facepa, a empresa opera fábricas em Mucuri (BA) e em Imperatriz (MA).

"Queremos ser líderes de mercado nas regiões Nordeste e Norte até o final deste ano. Para isso, ampliaremos a oferta local de produtos de alta qualidade e estaremos ainda mais próximos dos nossos clientes", afirma Fabio Prado, diretor executivo de Bens de Consumo da Suzano Papel e Celulose.

Anunciada em dezembro de 2017 e concretizada a partir de 1º de março, a incorporação da Facepa reunirá a marca de papéis higiênicos Max Pure®, desenvolvida pela Suzano, com linhas de produto de marcas como Le Blanc® e Floral®, da Facepa, que ainda conta em seu portfólio de papéis sanitários com guardanapos e toalhas de papel. Somadas Suzano e Facepa, a capacidade instalada nas quatro fábricas é de aproximadamente 170 mil toneladas anuais de papéis sanitários.

Para se tornar uma das maiores fabricantes desse mercado no Brasil, a Suzano investiu aproximadamente R$ 850 milhões na construção de duas fábricas e na aquisição da Facepa. Foram destinados R$ 540 milhões às unidades de Mucuri e Imperatriz e aproximadamente R$ 310 milhões na compra da Facepa. Nas unidades da Bahia e do Maranhão, a produção de
120 mil toneladas anuais é dividida entre produto acabado e papéis comercializados no formato "jumbo rolls" (rolo jumbo).

Essa aquisição está alinhada aos objetivos da Suzano de expandir suas atividades para os mercados de produtos adjacentes à celulose, ampliar as operações de sua nova unidade de negócios de Bens de Consumo e garantir uma melhor oferta de produtos nas regiões Nordeste e Norte, de forma a ficar anda mais próxima ao consumidor final.

Antes do início da produção da Suzano nas fábricas de Mucuri e Imperatriz, a demanda regional por papéis sanitários, também conhecidos como tissue, era atendida apenas por fabricantes instalados no Sudeste e no Sul do País ou por empresas locais. A partir da união entre Suzano e Facepa, aprovada sem ressalvas pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), a qualidade dos serviços prestados nessas regiões passará a ser mais favorável aos consumidores.

 

Esta publicação fala sobre
Para procurar por publicações similares, clique
nos temas acima ou nos textos listados ao lado.
Você também pode realizar uma pesquisa
no campo superior desta página.
Você pode ainda publicar seu comentário logo abaixo, assim como mandar sua sugestão por e-mail.


Sobre o site

Este projeto digital foi concebido para proporcionar a você uma nova experiência de leitura dentro do setor de celulose e papel. Produtos são sugeridos nas diversas telas de forma aleatória ou conforme o tipo de busca. Visite o Guia e experimente!

Institucional

Conheça aqui a rede de comunicação da ABTCP - Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel.

Contato

Entre em contato com a ABTCP, seja para anunciar, enviar sugestões ou tirar dúvidas sobre nossas publicações.

GUIA DE COMPRAS CELULOSE E PAPEL logo_abtcp_footer.png

Guia de Compras | ABTCP | 2011 Todos os direitos reservados