Voltar   

Balança comercial do setor apresenta superavit de 4,9%

Negócios e Mercado | NOTICIA | 06.07.2017




O saldo da balança comercial do setor brasileiro de árvores plantadas atingiu US$ 2,9 bilhões de janeiro a maio de 2017, alta de 4,9% em relação ao mesmo período do ano passado. No acumulado do ano, o setor registrou um total de exportações de US$ 3,3 bilhões, 3,2% acima do registrado no mesmo período de 2016. As vendas externas de celulose alcançaram US$ 2,4 bilhões (+4,1%), as de papel US$ 767 milhões (-2,0%) e as de painéis de madeira US$ 113 milhões (+25,6%). 

Confira a seguir os indicadores de desempenho do setor de árvores plantadas, na 37ª edição do Cenários Ibá, boletim mensal da Indústria Brasileira de Árvores (Ibá). 

Produção – A produção brasileira de celulose atingiu os 8 milhões de toneladas (+5,3%) entre janeiro e maio de 2017; e a de papel registrou 4,3 milhões de toneladas (-0,6%). 

Exportações – A demanda por celulose brasileira continua em alta no mercado internacional. Foram exportadas 5,5 milhões de toneladas nos primeiros cinco meses do ano, expansão de 4,7% frente aos mesmos cinco meses de 2016. O segmento de papel registrou exportações de 892 mil toneladas (+1,8%), e o de painéis de madeira alcançou a marca de 490 mil metros cúbicos (+36,5%).

Destino das Exportações – A China manteve a posição de principal destino da celulose brasileira, representando mais de 43% do total exportado pelo Brasil e gerando uma receita no ano de cerca de US$ 1 bilhão, aumento de 27,7% em relação aos cinco primeiros meses de 2016. Já a América Latina se mantém como principal mercado para os segmentos de papel e de painéis de madeira, gerando receitas de US$ 492 milhões (+10,3%) e US$ 62 milhões (+26,5%), respectivamente. 

Vendas Domésticas – As vendas de papel e de painéis de madeira no mercado doméstico permaneceram estáveis em 2,1 milhões de toneladas e 2,6 milhões de m³, respectivamente. 

Fonte: Ibá